Pilates Institute Suisse – Fits Pro

Pilates-Institute-Suisse

Avaliações das formações de Pilates

Matwork e Workshops de Lombalgias e Kids

5h e o despertador toca. Depois de fazer a mala até às 2h da manhã e tentar acabar de descarregar um vídeo que acabou por não abrir, as 3h horas de sono sabem a menos que pouco. Café para acordar antes de tudo. Muito café, e depois a azáfama do costume. Rever a minha lista mental do que tenho para levar, e arrancar para casa da Sónia Abrantes com quem viajo hoje para irmos até ao aeroporto. Objetivo: Genebra, Mies, Fits Pro, avaliações dos nossos formandos. Eu fico depois ainda mais dois dias para formações extra. Pena, divertimo-nos bem juntas.

Troco o croissant do costume no Terminal 2 por um pão com queijo e mais um café. A conversa corre animada, e depois de passarmos a segurança, a visita da praxe à Parfois. Mais uma vez o avião da Easyjet ia com malas a mais e com gente bem humorada a menos. No meu assento, o paraíso. Ainda nem tinham fechado as portas, e já estava de almofadinha para dormir, e novamente no mundo dos sonhos.

Geneve, e apanhamos a Annalisa que vem de Itália para ser avaliada. Coincidência da hora dos voos que nos permite matar saudades e pôr a conversa em dia. A viagem dela ao Egipto já me deixou com vontade de correr para a primeira agência de viagens e marcar uma semana no Verão. Água quente, peixes coloridos e muita tranquilidade. Hoje, essa ideia, a seguir a dormir, café e massagens, soa-me ao melhor do mundo.

No hotel em Divonne-les-Bains, que já parece a minha segunda casa, somos bem recebidas. O quarto luminoso ajuda a aguentar os 11º graus que contrastam com os 24º de Lisboa. Ai a minha praia de Carcavelos, ainda por lá andei na 2f… que diferença faz o bom tempo. A Sónia descansa depois de uma noite mal dormida. Ela que nunca dorme no avião. Eu agarro-me ao computador. Emails, acabar de preparar as formações do fim-de-semana, resolver questões pendentes de trabalho e os olhos a fecharem mesmo depois do café no aeroporto depois da sandes ao almoço. Hoje parece que estou em dia de pão. Se a minha nutricionista me ouve…desculpa Sofia. Amanhã porto-me melhor.

Às 17h, pausa para ir ao shopping. Aqui tudo fecha às 19h, igualzinho a Portugal. A primeira vez que cá vim e acabei de trabalhar, corri para o shopping de Chavanne-de-Bogis para comprar comida e alguns essenciais que me esqueci. E bati com o nariz na porta. Nessa altura ainda fechavam mais cedo, às 16h. Nem queria acreditar. Como alfacinha mal habituada ao shopping até às 23h senti-me enganada, “afinal, estou na província” e mudei nesse dia a ideia que tinha do que é prático viver em Portugal.

No shopping, percorremos algumas lojas. Compro a prenda de anos para a diretora da Fits que faz anos um dia depois de mim, e é amiga de longa data. Paramos para um Yogurte com muesli, e estamos de volta ao quarto. À noite espera-nos um jantar no japonês de Divonne Les Bains. Conversa, amigos, e boa comida. Amanhã o dia começa cedo com treinos privados e sessões de acompanhamento e revisões para quem vai ser avaliado na sexta. Um mergulho no computador para escrever, trocar de roupa e preparar-me para a janta. Amanhã há mais.

Já tiveram dias assim?

Pilates, a minha vida, a minha paixão…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *